quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Emotion...




Agora, aquilo a que "apenas" posso chamar de "uma das obras-primas da música erudita".

Sem palavras...

Enjoy...

1 comentário:

J. Castro Pinto disse...

Querida Ana;

É de facto extraordinária!!


beijos;