terça-feira, 13 de outubro de 2009

Sempre perto...

E assim passa o tempo...tão depressa demais...


Eu não sei se vais ouvir-me
Se estás ai ou não
Eu não sei se compreendes
Esta minha oração

Se eu p'ra ti sou uma estranha
Que o coração perdeu
É ao ver-te que eu pergunto
Se já foste como eu

Longe do mundo, perto de ti
Peço conforto de quem eu fugi
Perdida, esquecida eu oro a ti
Longe do mundo mas perto de ti

Peço conforto e nada mais
Na voz dos que sofrem padecem sinais
Vem de longe e chegam por fim
Quem vai ouvi-los? Quem sofre assim






Eu não sei se vais lembrar-te
De um coração tão só
Coração tão vagabundo
Que perde, chora, todos os dias

Longe do mundo mas perto de ti
Peço conforto de quem eu fugi
Venho de longe e chego por fim
Quem vai ouvir-me chama assim
Perdida, esquecida, aqui ao orar
Loge do mundo mas perto de ti...

1 comentário:

O Cantinho da Mimi disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.